CONSUARES LOGO ROXA.png
CONSELHO FISCAL
MINHA IGREJA PRECISA DE UM ?

 

COMO FUNCIONA UM CONSELHO FISCAL NA IGREJA ?

COMO FUNCIONA O PAGAMENTO DE IMPOSTOS NA IGREJA  ?

 

Eventualmente ouço de pastores a seguinte pergunta: minha igreja está obrigada a ter um Conselho Fiscal? Por conta disso, elaboramos este artigo que vai explicar qual o papel do Conselho Fiscal nas Igrejas e se sua Igreja está ou não obrigada a ter um Conselho Fiscal.

CONSELHO NA IGREJA.png

O QUE É UM CONSELHO FISCAL ?

 

Conceito:

O Conselho Fiscal, como o próprio nome diz, é um órgão fiscalizador, que atua de maneira independente dos outros órgãos administrativos da Igreja. O papel do Conselho Fiscal, é atuar com transparência na prestação de contas da Igreja para com os membros da mesma.

COMO FORMAR UM CONSELHO FISCAL ?

 

Os primeiros passos...

 

O primeiro passo para se formar um Conselho Fiscal é mencionar a sua existência e maneira de atuação no Estatuto da Igreja. O estatuto deve mencionar principalmente a estrutura do conselho e a forma de ingresso no mesmo. O estatuto deve responder as seguintes perguntas:

 

 

Quantos membros formarão o Conselho?

Quais as funções do Conselho?

Como e quando o Conselho irá se reunir?

Quem pode participar?

Qual o tempo de mandato dos membros do Conselho?

Como acontece a perda de mandato dos membros do Conselho?

Quem deve participar do Conselho Fiscal?

 

A participação no Conselho Fiscal, assim como a participação na diretoria executiva e administrativa, requer algumas competências. Por isso, é importante que se estabeleçam alguns pré-requisitos para o ingresso.

CONSELHO FISCAL NA IGREJA BATISTA.png
CONSELHO FISCAL NA IGREJA PRESBITERIANA.png

PONTOS IMPORTANTES

 

Qual o papel dos membros no conselho ?

É importante que os membros do Conselho tenham conhecimento administrativo e contábil, para que possam acompanhar a gestão e as finanças da Igreja.

 

Não faz sentido dar o poder de fiscalização para pessoas que não possuem conhecimento técnico sobre o assunto, pois não terão os argumentos necessários para questionar as decisões tomadas pelo pastor ou pela diretoria.

 

 

MINHA IGREJA É OBRIGADA A TER UM

CONSELHO ?

 

Não é bem assim !

A resposta pura e simples é NÃO! A existência deste conselho está diretamente ligada ao modelo de administração da Igreja. Hoje, de maneira geral, temos três tipos de Governo Eclesiástico: Episcopal, Presbiterial e Congregacional.

 

Igrejas que possuem um regime de governo Presbiterial e Congregacional, de maneria resumida, dão a um número razoável de pessoas o poder de decisão através de voto para diversas questões de interesse da Igreja. Esses modelos podem ser vistos em Igrejas mais tradicionais, como Batistas e Presbiterianas, por exemplo.

 

Já em Ministérios Independentes, onde o Pastor Presidente, na maioria das vezes, investe recursos próprios para o desenvolvimento da Obra de Deus, a existência do Conselho não faz muito sentido.

CONSELHO FISCAL NA IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS.png
DÍZIMOS E OFERTAS NA IGREJA.png

E SOBRE DÍZIMOS E OFERTAS ?

 

Como fiscalizar uma pessoa que investe seus próprios recursos na obra de Deus ?

Por isso, a elaboração correta do estatuto é essencial. Por falta de orientação, muitas Igrejas utilizam modelos de Estatuto retirados da internet, o que é um grande erro e pode trazer problemas sérios para a Igreja e até mesmo para o pastor.

 

Em muitos casos, por falta de conhecimento, recebemos igrejas com modelos administrativos que não transmitem a realidade diária da Igreja.

CONSELHO FISCAL NO ESTATUTO

 

É possível tirar ?

Minha Igreja já tem um estatuto registrado em cartório. É possível incluir ou retirar o Conselho Fiscal do Estatuto?

Recebemos constantemente Igrejas em nosso escritório Igrejas que possuem um Estatuto que não está de acordo com a forma de administração que a Igreja adota no seu dia a dia.

 

Em casos como este, se faz necessário realizar uma Reforma Estatutária, incluindo ou retirando o Conselho Fiscal do Estatuto da Igreja.

 

Porém, uma reforma estatutária gera despesas com registro em cartório. Por isso, para abrir uma Igreja, é muito importante saber como elaborar um estatuto de maneira correta.

CONSELHO FISCAL NA IGREJA E ESTATUTO.png
COMO REGULARIZAR MINHA IGREJA.png

COMO REGULARIZAR MINHA IGREJA EVANGÉLICA ?

 

Quero regularizar minha igreja evangélica

Se você precisa regularizar uma Igreja Evangélica, não deixe de ler o nosso Guia definitivo – Como abrir uma Igreja Evangélica. Nele, você vai se aprofundar mais no assunto e se preparar para organizar sua igreja. E melhor, o Guia é grátis!

 

Entre em contato conosco abaixo será um prazer esclarecer as suas dúvidas e conversar com você !

TIRE SUAS DÚVIDAS SOBRE CONTABILIDADE

DÚVIDAS SOBRE CONTABILIDADE.png

 

 

ENTRE EM CONTATO CONOSCO !

Envie uma mensagem ou deixe seu contato e será um prazer em responder suas dúvidas.